O ensaio sobre a cegeira - José Saramago

 
O Ensaio sobre a cegueira de José Saramago retrata a fantasia de um autor que nos faz lembrar "a responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderam". José Saramago nos dá, aqui, uma imagem aterradora e comovente de tempos sombrios, à beira de um novo milênio, impondo-se à companhia dos maiores visionários modernos, como Franz Kafka e Elias Canetti. A obra já originou um filme de Fernando Meireles e uma canção produzida pelo cantor amazonense Nícolas Jr intitulada "O cego".



No livro, um motorista parado no sinal se descobre subitamente cego. É o primeiro caso de uma "treva branca" que logo se espalha incontrolavelmente. Resguardados em quarentena, os cegos se perceberão reduzidos à essência humana, numa verdadeira viagem às trevas.



Cada leitor viverá uma experiência imaginativa única. Num ponto onde se cruzam literatura e sabedoria, José Saramago nos obriga a parar, fechar os olhos e ver. Recuperar a lucidez, resgatar o afeto: essas são as tarefas do escritor e de cada leitor, diante da pressão dos tempos e do que se perdeu: "uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos"

Fonte: Plano Nacional de Leitura - Portugal




Foco sempre!
Jorge Cativo

0 comentários:

Visitas

Tecnologia do Blogger.