Regras de Catalogação: descrição e acesso de recursos bibliográficos nas bibliotecas de língua portuguesa / José Carlos Sottomayor



Mais de 20 anos passaram desde que, em 1984, foi editado (pelo então Departamento de Bibliotecas, Arquivos e Serviços de Documentação) o primeiro volume das Regras Portuguesas de Catalogação. A publicação deveria ter sido continuada em dois outros volumes, dedicados a outros suportes documentais.

A evolução dos princípios catalográficos internacionais, a possibilidade de acesso informático a bases de dados e de partilha de registos em tempo real vieram tornar evidente a necessidade de regras de catalogação adequadas à nova realidade e assentes em normas aceites pela comunidade internacional de profissionais de documentação e informação.

A obra que a BAD se orgulha, neste momento, de editar, apresenta-se como um código normativo completo e actual, em conformidade com os princípios internacionalmente consagrados. Apresenta-se dividida em duas parte: a primeira inclui a descrição bibliográfica para os diferentes tipos de recursos (livros, panfletos e folhas impressas; materiais cartográficos; manuscritos; música; registos sonoros; filmes e registos vídeo; materiais gráficos; recursos electrónicos; artefactos tridimensionais e realia; microformas; recursos contínuos; analíticos); a segunda trata das entradas principais e secundárias para nomes de pessoas, colectividades, famílias, títulos uniformes e entradas remissivas. Surge ainda complementada por cinco anexos (uso de maiúsculas; abreviaturas; numerais; artigos iniciais; glossário), e com um índice remissivo que torna mais fácil a consulta das mais de 1000 páginas.

0 comentários:

Visitas

Tecnologia do Blogger.